Servidores de Vitória lotaram palestra sobre experiências e boas iniciativas no setor público

Servidores de Vitória lotaram palestra sobre experiências e boas iniciativas no setor público

Publicado em: 24/11/2017
Fonte: Prefeitura de Vitória (www.vitoria.es.gov.br), com adaptações
Créditos do original: Tarcísio Costa (texto), Matheus Thebaldi (edição), André Sobral (imagem)
Data da publicação original: 5/6/2017
Na tarde de 5 de junho, servidores ocuparam todo o auditório do Palácio Municipal para a palestra sobre eficiência, transparência e boas práticas administrativas, ministrada pelo bacharel em Direito e Comunicação Social Alex Cavalcante Alves. Para o palestrante, é importante valorizar o ser humano. “As instituições dependem das pessoas que as compõem. Sem pessoas, a Prefeitura é apenas o prédio com as paredes e os aparelhos de ar-condicionado”.
Segundo ele, a capacitação do servidor é fundamental para o bom funcionamento da máquina administrativa. “A Escola de Governo de Vitória (EGV) é um bem valioso. Não é qualquer cidade que tem uma instituição como essa. Todos devem valorizar e sempre utilizar as formações oferecidas e sugerir novos cursos”.
Desafios
Ao falar sobre os desafios que devem ser superados, Alex Cavalcante Alves citou o excesso de normas, a dificuldade de demitir um servidor que se recusa a trabalhar, a falta de coordenação dentre e entre governos e a dificuldade de alocar cargos.”O balcão de atendimento ao contribuinte é uma área fundamental e deve oferecer água e ar-condicionado. Além disso, precisa receber o cidadão com o conforto de aguardar sentado e ser chamado por senha eletrônica. Isso permite até um menor gasto com publicidade, já que aquele que foi atendido vai falar bem [da instituição]”, apontou.
Carreira
Alex Cavalcante Alves é servidor público federal. Atualmente, exerce funções na área de mediação de conflitos, ouvidoria e participação social de agência reguladora federal. Especialista em Direito Público, é autor do livro “A Recondução do servidor público: doutrina e jurisprudência à luz da Lei 8.112/1990 e da Constituição Federal”. Possui formação em “Management in the Public Sector” pela École Nationale d’Administration, na França, e coordena o Movimento Gestão Pública Eficiente (MGPE), iniciativa da sociedade civil que visa incentivar a difusão de boas práticas na administração pública.

Deixe um comentário ...

Seu endereço de e-mail não será publicado.